Galba Netto propõe ao município contratação de psicólogos e assistentes sociais

quarta, 03 de março de 2021 às 22h44

Indicação se baseia nos possíveis efeitos danosos do isolamento e perda de entes queridos

O novo momento vivido na Câmara de Vereadores fica evidente a cada sessão ordinária. Influenciado pela repercussão dos efeitos danosos da pandemia, nesta quarta-feira (3) o presidente da casa, vereador Galba Netto (MDB) defendeu a contratação de psicólogos e assistentes sociais para a Secretaria Municipal de Educação (Semed).

Com base em informações sobre efeitos emocionais provocados pela pandemia, seja pelo isolamento, mas, também, por mortes de entes queridos ele acredita que o apoio psicológico e social será de extrema necessidade.

“Tivemos o cuidado de fazer um projeto de indicação sem vício de iniciativa. Quero reforçar a importância desses profissionais nas unidades de ensino. Imaginem depois que tivermos a segurança sanitária suficiente para o retorno dessas crianças as salas de aula, quantos problemas e reflexos nós não teremos por conta dessa pandemia? Como essas crianças estão convivendo em seus lares com várias dificuldades?”, indagou Galba.

O vereador lembrou, ainda, que parte dos problemas serão oriundos, inclusive, da dificuldade de fazer o isolamento de forma adequada, em meio a problemas de natureza econômica de seus pais. Além do fato de morarem, em muitos dos casos, em áreas com problemas estruturais.

“Com certeza isso será um trauma e a retomada será muito difícil. E isso só será minimizado e poderá tentar trazer uma normalidade e fazer com que essas unidades alcancem os seus objetivos que é ensinar e trazer educação para essas crianças a partir do momento que tivermos profissionais capacitados atuando para minimizar esses transtornos”, acrescentou Galba.

A proposta logo ganhou apoio no plenário. A vereadora Silvânia Barbosa (PRTB) reconheceu a importância dos especialistas nas unidades, pois já havia conversado sobre o assunto com alguns pais que manifestaram essa preocupação. Teca Nelma (PSDB) lembrou que a indicação atende a uma carência real da Semed que só conta apenas com um psicólogo em toda a rede e que tem quatro assistentes sociais concursados na reserva técnica que ainda não foram convocados.

Últimas Notícias