Agentes da Polícia Civil são homenageados com a Comenda Anderson de Lima Silva

Luciano Milano

sexta, 11 de outubro de 2019 às 12h55

Dicom/CMM

Proposta pelo presidente da Câmara, Kelmann Vieira, sessão solene aconteceu na manhã desta sexta-feira

Em solenidade bastante concorrida, a Câmara Municipal de Maceió homenageou, nesta sexta-feira (11), seis agentes da Polícia Civil de Alagoas. Por iniciativa do presidente da Casa, Kelmann Vieira (PSDB), eles foram agraciados com a Comenda Policial Civil Anderson de Lima Silva, destinada a personalidades integrantes dos órgãos de Segurança Pública do Estado que, reconhecidamente e efetivamente, tenham sido protagonistas de atos heroicos no âmbito do Município de Maceió. A comenda foi entregue aos policiais civis Thaisa Santos Lima, Pedro de Almeida, José Clewton Nazário da Silva, José Cícero Alves de Lima, Jorge Mendes Dantas Júnior e Antônio Augusto de Jesus Lima.

Prestigiaram a solenidade os vereadores Davi Davino (Progressistas) e José Márcio Filho (PSDB) e o vereador por Campestre Felipe de Jane; a Delegada Geral Adjunta da Polícia Civil Kátia Emanuelly; o presidente da Associação dos Delegados de Alagoas, Robervaldo Davino; o secretário do Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária de Maceió, Flávio Saraiva; o secretário Adjunto de Estado de Segurança Pública, Acássio Júnior; e o presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas, Ricardo Nazário.

Em seu discurso, Kelmann Vieira destacou seu histórico como delegado de polícia e disse que se sente honrado em poder homenagear colegas de corporação.

"Estou vereador e presidente desta Casa, mas ser da Polícia Civil de Alagoas corre nas minhas veias. Sinto-me honrado duas vezes por ter sido autor da proposição que criou a Comenda Anderson de Lila e Silva e, por hoje, concedê-la a agentes de polícia civil e amigos, que dedicam suas vidas para manter a segurança de nossa sociedade. Parabéns a todos", disse Kelmann Vieira.

HISTÓRICO - Primeira mulher da corporação a receber a homenagem, a policial civil Thaisa Santos Lima agradeceu a homenagem e fez um breve histórico da presença feminina nas polícias no Brasil.

“Fiz uma breve pesquisa e a mulher na PC aparece, pela primeira vez, em 1955. Antes, participávamos da corporação, mas como enfermeiras e atividades a fim. Na Polícia Militar, isso ocorre em 1988 e 1989. Quem me conhece sabe que pedi exoneração do cargo de auxiliar do Tribunal de Justiça para ser policial. Hoje, receber a Comenda Anderson de Lima e Silva é uma honra que não posso mensurar porque eu amo ser policial, eu amo investigar”, declarou.

Para Jorge Mendes Dantas Júnior, a homenagem também tem muito valor por ser dada em nome de Anderson de Lima Silva e pelo significado que a PC tem na vida dele.

“Quem é policial civil sabe o é a vida de cada um de nós. Eu não poderia deixar de dizer o quanto nos honra receber essa Comenda em nome de um policial que dedicou sua vida e morreu pelo combate à criminalidade. Agradeço ao vereador e presidente desta Casa, Kelmann Vieira, e todos que trabalharam para que isso fosse possível. Por fim, quero dizer a sociedade maceioense e alagoana que confiem na Polícia Civil porque fazemos um trabalho sério e comprometido com a população”, destacou Jorge Mendes.

Mais Imagens:

Últimas Notícias