Administradores: sessão na Câmara marca 56 anos de reconhecimento da profissão no Brasil

segunda, 20 de setembro de 2021 às 13h56

Iniciativa foi do administrador e vereador Alan Balbino e reuniu diversos dirigentes estaduais

Uma sessão solene realizada nesta segunda-feira (20), marcou a passagem do Dia do Administrador, celebrado todo dia  9 de setembro na Câmara de Vereadores de Maceió. Há 56 anos a profissão é reconhecida e celebrada como uma das mais importantes da Economia. Proposta pelo administrador e vereador Alan Balbino (Podemos), o evento reuniu dirigentes da categoria no Estado e apontou a relevância dos profissionais principalmente durante o período atípico resultante da  pandemia de Covid-19.
 
A solenidade contou com a  presença do presidente da CMM, vereador Galba Netto (MDB) que saudou a categoria lembrando a atuação do Conselho Regional de Administração (CRA) e sua luta para o reconhecimento profissional. Ele também destacou que o profissional de administração é essencial para o funcionamento das organizações que, em geral, contribuem para o desenvolvimento da sociedade. 
 
"Em respeito a todos os administradores fiz questão de estar presente nesta passagem histórica de 56 anos. É importante fazer o registro dessa classe tão relevante para todas as estruturas dentro da nossa sociedade", disse Galba. Alunos do Colégio Adventista foram convidados para a execução do Hino Nacional e de Maceió. Eles também tiveram um momento de interatividade com o parlamento e puderam tirar dúvidas sobre a atuação da CMM.
 
Segundo Alan Balbino, os administradores possuem organização e o ensino do planejamento, que dão condições para que as ideias possam ser colocadas em prática. É um profissional que cria maneiras de subexistência nas organizações públicas e privadas. "Temos publicitários, orçamento e finanças, planejamento e hospitalar. Nesse momento de pandemia, o profissional que cuida, por exemplo, da área hospitalar é aquele que equilibra sua receita e despesa e faz com que a gerência seja feita da melhor maneira", destacou Alan. 
 
Responsável pela fundação do CRA-AL, Régis Jacques Cavalcante, lembrou que o conselho nasceu da necessidade dos profissionais alagoanos terem autonomia em sua representação. Antes da existência da entidade o Estado era vinculado a Sergipe e isso, à época, acabou motivando uma grande mobilização para que Alagoas pudesse ter sua representação.
 
"Os conselhos regionais são órgãos de auxílio da população porque a protegem de profissionais sem qualificação para exercerem a função. A instalação do CRA ajudou a qualificar a mão de obra porque também fiscaliza a formação nas universidades bem como a atuação desses profissionais, inclusive preservando o mercado de trabalho", explicou Régis. 
 
O atual presidente do CRA-AL, Edberto Júnior, destacou que desde a lei que reconheceu a profissão em 1965, diversas lutas têm marcado os rumos da categoriaem três principais níveis: municipal, estadual e federal. "A indicação do administrador e vereador Alan Balbino a esses 56 anos de luta é muito importante porque marca um período de pandemia que estamos enfrentando onde o administrador é fundamental", completou Edberto. 
 
Estiveram presentes a solenidade o vice-presidente do CRA-AL, Dawison Calheiros e o vice-presidente do Sindicato dos Administradores, Armando Lobo. Alunos do Colégio Adventista foram convidados para a execução do Hino Nacional e de Maceió. Eles também tiveram um momento de interatividade com o parlamento e puderam tirar dúvidas sobre a atuação da CMM.

Mais Imagens:

Últimas Notícias